british flag
Translate to English
french flag
Traduire en Français
portuguese flag
Traduz para o Português

Soluções de terceirização de RH no Benin

O Benin é há muito uma indústria liderada pela agricultura, sendo os principais produtos de exportação algodão, café, óleo de palma e cacau. O país continua investindo ainda mais para diversificar sua economia, diminuir o abismo da pobreza e aumentar o IDE com várias iniciativas para redefinir o ambiente de negócios. Se sua empresa está planejando uma mudança para Benin e não conhece as regulamentações locais, você pode enfrentar desafios legislativos, culturais e de legislação trabalhista, que podem ser demorados para serem resolvidos de forma adequada e em conformidade.

A maioria das firmas internacionais que entram em novas regiões inicialmente contratam os serviços de parceiros experientes para fins de terceirização de processos de negócios, incluindo soluções de terceirização de empregos onde há a necessidade de empregar e pessoal de folha de pagamento no país. Na Africa HR Solutions, nossos especialistas locais estão aqui para ajudá-lo com todo o suporte de terceirização de Benin que você possa precisar para agregar valor às operações da sua organização e aos objetivos estratégicos de crescimento.

Fornecemos soluções de terceirização de RH personalizadas que incluem serviços como Professional Employer Organization (PEO), Employer of Record, uma solução abrangente de terceirização de folha de pagamento, bem como serviços auxiliares de suporte relevantes para ajudá-lo a expandir seus negócios em Benin, independentemente de sua organização ter definido uma subsidiária ou entidade legal no país.

Perfil do país - Benin

População: 11,5 milhões

Produto Interno Bruto (PIB): $ 14,39 bilhões

Crescimento do PIB: 3,4%

Inflação: -0,5%

Investimento Estrangeiro Direto (% do PIB): 2,0%

Taxa de desemprego: 2,1%

Capital: Porto-Novo

Moeda: franco CFA da África Ocidental

Idiomas: francês, inglês

Benin

Economia do Benin

Considerado uma economia estável, Benin ficou em 149º lugar entre 190 países no relatório Ease of Doing Business 2020 do Banco Mundial. Como a maioria das economias africanas, o país enfrentou alguns contratempos devido à pandemia de COVID-19, mas registrou crescimento no setor agrícola graças ao volume significativo da produção de algodão. O desempenho de vários outros setores, como a indústria e os serviços, também contribuiu para o crescimento da economia, sustentado pelo aumento da eletricidade gerada localmente após o lançamento de uma nova central. Os gastos e investimentos do consumidor continuam sendo os motores fundamentais das atividades econômicas do Benin. À medida que o país abre caminho para mais crescimento e para colmatar o hiato da pobreza, iniciativas estão sendo estabelecidas para gerar diversificação econômica, maior gasto público e uma distribuição mais justa dos recursos geográficos.

Fatos interessantes sobre o Benin

Os escritórios do governo estão localizados em Cotonou, a maior cidade do país, que é considerada o centro econômico de negócios principalmente por ter o único porto marítimo e aeroporto internacional do país.

O povo do Benin é conhecido como Beninês.

O algodão continua sendo o principal produto de exportação do Benin, mas a atividade econômica do país também depende da agricultura e do comércio regional.

O futebol é o esporte mais popular do Benin.

Apesar de enfrentar a pobreza, Benin é considerado um dos países mais estáveis ​​politicamente da África Ocidental.

O prato nacional do país é o ‘kuli-kuli’, que consiste em amendoim moído esmagado e frito em forma de bolinhas.

Feriados no Benin

Dia de Ano Novo

Vodoun

Segunda-feira de Páscoa

Dia do Trabalho

Quinta-feira da Ascensão

Segunda-feira de pentecostes

Dia da Independência

Suposição

Dia das Forças Armadas

Dia de Todos os Santos

Natal

Emprego no Benin

A economia do Benin é principalmente agrícola e dependente da agricultura de subsistência. Em 2017, as exportações totais do país chegaram a US $ 695,6 milhões. Os principais parceiros de importação do Benin são Emirados Árabes Unidos, Brasil, China, Alemanha, Espanha, França, Índia, Malásia, Holanda, Togo e Tailândia. Estão sendo planejados investimentos no setor elétrico para atender às necessidades imediatas de energia, a modernização da economia e o aumento do comércio com os países africanos. O país almeja um sistema de saúde universal, mas atualmente opera um sistema público / privado.

Os empregados do Benin têm direito a férias, licença médica e licença-maternidade. Do ponto de vista de rescisão, eles geralmente têm direito a um período de aviso prévio de 1 mês, exceto para executivos, onde se aplica uma cláusula de aviso prévio de 3 meses. Do ponto de vista tributário, os funcionários dedicam 3,6% de seus salários à previdência social, enquanto os empregadores contribuem com o seguinte:

Previdência social: 15,4% do salário bruto

Pensão: 6,4%
Família

subsídio: 9%
Lesão industrial: 1% a 4%

Ao recrutar moradores locais ou contratar expatriados no Benin, navegar pelas leis trabalhistas do país e planejar o pacote de funcionários certo pode ser complexo devido aos vários requisitos legislativos, procedimentos habituais e práticas de mercado. Contratar uma empresa especializada como a Africa HR Solutions, que tem um conhecimento profundo dos regulamentos e das melhores práticas de Benin em uma variedade de setores, proporcionará a você a tranquilidade de saber que um esquema de benefícios de funcionários competitivo e relevante será oferecido ao seu -recursos do país.

How can we help you?